Author Archives: marcosfanton

Jafar Panahi e as mulheres iranianas

É bastante comum ouvirmos e/ou pensarmos que o cinema iraniano é um bom indutor ao coma profundo – ainda mais quando estamos nos referindo, em particular, ao movimento denominado New Wave, que se aproxima do neorrealismo italiano. Com cenas prolongadas, quase sem trilhas sonoras, histórias cotidianas (beirando, muitas vezes, ao absurdo, no entanto) e com atores […]

I feel free – do you feel free?

Por volta dos anos 70, Benjamin Libet realizou uma série de experimentos para mostrar como nosso cérebro ativa-se milissegundos antes de realizarmos ações voluntárias.  Ou seja, cerca de 550 milissegundos antes de eu pressionar as teclas do meu teclado para escrever este post, é realizada uma modificação elétrica específica no meu cérebro (chamada de potencial […]

Sam Harris:: Free Will

Quem é leitor assíduo do nosso blog (oi?!) já deve ter ouvido falar do Sam Harris e da sua posição teórica como um realista moral na resenha do Fabrício sobre o livro Moral Landscape. Pois bem, aqui, eu gostaria de falar um pouco sobre o seu último livro, o Free Will. Este é um livrinho de […]

Axé Music Philosophy (AMP) Ou: A dança do põe-põe-põe (no compasso do contexto)

Vocês já pararam para pensar como é importante, para a compreensão de conceitos, teses ou questões de filosofia ou de ciência, sempre novos conceitos, teses e questões? Digo, se nós pegássemos apenas uma frase de filosofia, por mais simples que seja, como a famosa “Não há fatos, apenas interpretações”, de Nietzsche, nós conseguiríamos compreender algo […]

Como saber se uma pessoa está ou não está consciente? O exemplo do estado vegetativo persistente

Sentado em meu sofá, estou concentradíssimo tentando matar Hércules, um dos chefões de God of War 3. Depois de sete tentativas frustradas, quando, finalmente, estou a ponto de destruí-lo e conquistar sua arma, ouço uma voz firme e  distante: “Marcos, tu ouviu o que eu disse?”. Despido, agora, de valentia e força bruta, jogo o […]