A Wikipedia é confiável?

A Wikipedia é uma enciclopédia livre, para a qual qualquer internauta disposto a compartilhar informações pode fazer contribuições. Você pode criar verbetes relativos a qualquer área do conhecimento – Ciências, Artes, Filosofia, Tecnologia, etc. Porém, existem restrições objetivas e significativas para você fazer contribuições. O artigo poderá não ter o seu nome assinado – você pode ser um enciclopedista anônimo, ao menos no que diz respeito à assinatura do artigo (seu IP é identificável). Seu username pode ou não aparecer quando você estiver propondo uma nova edição de uma parte do verbete ou artigo (as as informações que são relevantes para contribuição à Wikipedia estão aqui neste tutorial).

É comum encontrarmos dúvidas quanto à confiabilidade deste tipo de mídia como fonte de informação, a nível enciclopédico. Afinal, se o conteúdo é abertamente editável, o que impede de eu estar lendo um verbete sobre probabilidade que foi escrito por um cara que queria apenas avacalhar na web? E, supondo que não fosse um cara com índole reprovatória, o que é que me garante que a pessoa que escreveu o verbete tem competência para falar sobre o assunto, uma vez que não tenho o nome da pessoa, sua formação e demais referências? Bem, há uma série de observações que podem vir a acomodar tais dúvidas, talvez satisfatoriamente, talvez não (a melhor forma de ganhar certeza quanto a estas dúvidas é conhecer de fato uma determinada área, e avaliar algum verbete com base neste conhecimento, ou seja, testar a confiabilidade da enciclopédia).

Em primeiro lugar, a comunidade dos autores/co-autores/editores da Wikipedia trabalha de forma voluntária – são pessoas que dedicam uma parcela do seu tempo para otimizar uma base de informação, uma fonte de pesquisa. A maioria das pessoas que se envolve com autoria e/ou edição de verbetes na enciclopédia livre já são especialistas e bons conhecedores de uma determinada área (ou mais de uma), e querem que as pessoas tenham informações corretas sobre esta área. Se sou um lógico, por exemplo, e eu creio que a lógica é uma área de conhecimento que merece atenção de estudo, que seus fundamentos precisam ser transmitidos de forma clara e precisa, e que o público leigo só tem a ganhar ao acessar os verbetes sobre lógica, então tenho motivação suficiente para escrever e/ou editar verbetes como “validade”, “consistência”, “silogística”, etc. É por que levo a sério a minha área de pesquisa que vou tentar contribuir para a enciclopédia. Se eu não achasse que a lógica é importante, por qual motivo iria eu tentar fazer contribuições para a Wikipedia no que diz respeito a verbetes da lógica, e dedicar meu precioso tempo a isso? (Para colocar algo online na Wikipedia, o contribuidor passa por um certo esforço – um pouco mais difícil do que criar postagem em blog, um pouco mais fácil do que subir documentos HTML via FTP).

Em segundo lugar, mesmo que possa não parecer haver critérios científicos suficientes para garantir uma boa qualidade na enciclopédia, os usuários do portal Wikipedia representam um forte crivo de avaliação. Assim como querer que informações corretas sobre lógica estejam disponíveis na Wikipedia pode me levar a escrever artigos sobre isso, assim também eu não vou querer que escrevam algo errado sobre os conceitos da minha área de pesquisa e conhecimento. Pense numa bióloga que quer que as pessoas saibam o que significa a evolução, e que entendam minimamente este fenômeno. Ao saber que muitos de seus alunos procuram informação na Wikipedia, ela vai se interessar sobre o que escreveram nesta enciclopédia sob o verbete “evolução”, ou “evolucionismo”. O que esta bióloga vai fazer se ela descobrir que está escrito sem mais no verbete “evolucionismo” que isto significa uma corrente de pensamento nazista, anti-semita, sobre as diferenças entre etnias e suas qualidades físicas, culturais e intelectuais? Você não acha que esta bióloga vai querer corrigir esta informação incorreta, ou incompleta, ou mal classificada (pode ser que um mesmo verbete tenha mais de uma aplicação, dependendo da área em que é usado)?. É bastante provável que esta pessoa vai considerar esta uma tarefa digna de ser pelo menos indicada para outra pessoa fazer.

Quando se escreve algo para a Wikipedia, se está colocando algo a ser avaliado por uma comunidades de pessoas competentes e sérias, organizadas num processo auto-regulador, o que forma uma rede de critérios intersubjetivos. Podemos manter dúvidas quanto a isso, mas este processo assegura uma qualidade mínima da enciclopédia livre.  Trata-se de um patrimônio intelectual público e democrático, onde talvez se tenha critérios tão bons quanto se possa desejar, critérios estes que surgem pela espontaneidade de pessoas que acreditam neste projeto.  A rede colaborativa de voluntários é forte e consistente.

Além disso, existe o recurso “rate this page”, com 4 categorias, “Trustworthy”, “Objective”, “Complete” e “Well-written”, em que você pode graduar o artigo lido de 1 a 5. Os autores e editores ideais são aqueles que escrevem de maneira objetiva e citam fontes sobre o assunto, sem negligenciar o fato de que existe um determinado material com aquele conteúdo descrito. Assim, tenho boas razões para crer que podemos ter um grau razoável (positivo) de confiabilidade nos artigos e verbetes da enciclopédia livre. Pelo envolvimento que tive até então com a Wikipedia e com seus colaboradores, pude perceber que os autores, editores e mantenedores do projeto se encaixam no ideal proposto e, no que concerne a minha área de especialidade (lógica e filosofia), encontrei informações no mais das vezes precisas e condizentes com a literatura.

É interessante ainda observar os “5 pillars” do projeto Wikipedia (veja aqui). Dos cinco pilares, acho digno de nota o último: as regras da enciclopédia não são fixas, rígidas. Isso mostra que este seja talvez o projeto que mais esteja sob constante construção conjunta, em que a melhora se dá no processo espontâneo de autoria, edição, revisão.  Minha pesquisa não permite isto no momento, mas acho que um trabalho filosófico importante pode ser feito acerca desta ferramenta e de seu impacto e efeitos positivos/negativos na dinâmica informacional da sociedade. É notável que, no nosso mundo atual, você pode falar e ler o que quiser, mas isso não necessariamente implica que se você disser coisas erradas isso passará em branco, e nem implica que você vai ser massivamente mal-informado. Ao contrário, acho que estamos muito mais bem informados, e de maneira confiável, do que em qualquer outro momento.

Achou algo errado? Você é livre para corrigir!

p.s.: um dos principais programadores da Wikipedia, Brandon Harris, está fazendo um pedido pessoal de apoio ao projeto aqui

One comment

  1. não, não é confiável
    ja vi erros em conteúdos que domino, e quando fui corrigir, tomei advertência e ainda desfizeram minha correção.
    posso ter errado na maneira como corrigi, porém botei o ponto de vista e ainda linkei com fontes, a pessoa que supervisionava aquele conteúdo poderia pelo menos recorrigir, dessa vez com os padrões corretos da wiki, mas preferiu deixar o conteúdo com erro, seja por ego, seja por prepotência. imagina o que não acontece em vários conteúdos por aí.. que são muitos, ja ví muito erro de informações que nem corrigi por falta de motivação com esse site. hoje eu evito ao máximo entrar na wikipédia. seus criadores fizeram algo magnifico, o problema são essas pessoas que cuidam das páginas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: