Sobre a Pesquisa Múltipla da PUC/RS

Há poucos meses descobri um mecanismo de pesquisa muito útil que a Biblioteca da PUC fornece para todos os seus alunos: a Pesquisa Múltipla. Sempre ia deixando meio de lado, já que nunca conseguia cadastrar minha senha (sim, pois eu esqueci que já tinha me cadastrado e estava tentando me cadastrar de novo!). Mas, ao regularizar a situação e conseguir o Acesso Remoto, em que cada aluno pode utilizar este modo de pesquisa no seu próprio computador, em sua casa, fiquei espantado com a facilidade de artigos, resenhas, resumos, etc. que podemos ter.

O grande mérito deste tipo de pesquisa, feito pelo próprio sistema da PUC, é que ele reúne um número grande de periódicos em apenas uma busca – por isso, pesquisa múltipla – e podemos, assim, pesquisar por palavras-chaves, por título de artigo, autor, etc. Isso leva vantagem sobre o Portal da Capes, já que lá só podemos pesquisar pelo nome do periódico.

Outro ponto a favor, é a possibilidade de, se o artigo não estiver disponível pela internet, a Biblioteca oferece um sistema de comutação, em que os bibliotecários tentarão buscar o artigo em outras bibliotecas. E, o que é melhor, lhe enviarão o artigo, se encontrado, por e-mail!!!

Um ponto, porém, que poderia ser melhor elaborado, é a quantidade disponível de periódicos e de números de tais periódicos. Por exemplo, ao tentar buscar a resenha de Ryle sobre Ser e tempo (a primeira resenha!), que se encontra na Revista Mind, volume XXXVIII, número 151, de 1929, não encontrei qualquer resultado na pesquisa. Porém, ao procurar maiores informações sobre a localização deste artigo na internet, pude encontrar pelo portal da Capes. Portanto, acredito que este seja melhor, quando já temos a localização (quase) exata do artigo publicado, enquanto que a Pesquisa da PUC possibilita a tentativa de buscar artigos novos relacionados ao tema em questão.


AddThis Social Bookmark Button

2 comentários

  1. Olá. Primeiro, parabéns pelo site. Acho muito legal essa iniciativa de fazer um blog com um conteúdo tão bom!
    Segundo, vou fazer a seleção pro mestrado da UFC este ano. Estou fazendo um projeto em Heidegger sobre a diferença ontológica e já tenho até orientador. Mas ele não é especialista em Heidegger (eles não são muitos no Ceará).
    Gostaria de ter a chance de discutir com vocês sobre a filosofia heideggeriana, apesar de estar apenas no começo.
    Também acho interessante vir aqui porque no Ceará não tem doutorado em Filosofia e o Rio Grande do Sul me parece uma opção (sei que ainda não sou mestranda, mas é sempre bom pensar a longo prazo)!

    No que vocês puderem me ajudar, ficarei muito grata!
    Abraços

  2. Carla, ficamos muito felizes que tenha gostado do nosso blog!
    Fique à vontade para perguntar o que quiser, sugerir assuntos para escrevermos ou, também, sobre algum material bibliográfico que desejar.
    Abraços.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: